contato@cirurgiabariatricaconvenio.com.br

Logo Cirurgia Bariátrica Convênio
Logo Cirurgia Bariátrica Convênio
Linha de divisão
11

3262-2404

11

99535-1881


(Whatsapp)

Rua Abilio Soares, 250


6º andar - Paraíso - São Paulo

_SAúde

Como funciona a Cirurgia para Emagrecer?

A eficácia das cirurgias bariátricas, popularmente conhecidas como cirurgias para perda de peso, já é bem conhecida e divulgada. É comum vermos depoimentos positivos sobre elas, mas as informações que geralmente nos faltam são como elas funcionam e para quem realmente são indicadas. 

Cálculo de IMC

O Índice de Massa Corporal (IMC) é a ferramenta inicial para identificar desnutrição ou obesidade. O cálculo é feito por meio da divisão do peso pela altura ao quadrado do indivíduo. A Organização Mundial da Saúde classifica os resultados da seguinte forma: 

  • Menos que 18,5 = Abaixo do peso; 
  • Entre 18,5 e 25 = Saudável; 
  • Entre 25 e 30 = Sobrepeso; 
  • Acima de 30 = Obesidade. 

Quando o excesso de peso atinge níveis mais altos (IMC > 40 ou IMC > 35, com complicações associadas à obesidade – como hipertensão, diabetes, colesterol alto etc), o procedimento cirúrgico é indicado.

Tipos de cirurgia

Existem quatro tipos diferentes de cirurgias para emagrecer reguladas pelo Conselho Federal de Medicina. Por isso, é preciso uma avaliação prévia para entender qual a mais indicada em cada caso. Os principais procedimentos são:

  • Banda Gástrica Ajustável: Dispositivo inflável de silicone em forma de anel. É colocado no começo do estômago para armazenar uma quantidade menor de alimentos, dando a sensação de saciedade com porções menores. É um procedimento reversível e menos invasivo, pois não há cortes no estômago para sua colocação; 
  • Derivação Bileopancreática: É feita uma ligação do estômago com o intestino delgado, criando um grande desvio para que o alimento e o suco digestivo se encontrem a uma distância de 50 a 100 cm do final do intestino delgado, com o intuito de dificultar a absorção de calorias. É bastante eficiente, porém mais invasiva; 
  • Gastrectomia Vertical: É feita a remoção de parte do estômago, deixando-o com aproximadamente 15% do tamanho original. Nesse procedimento, a grelina, hormônio responsável pela sensação de fome, também é reduzida. A absorção de nutrientes acontece normalmente; 
  • Gastroplastia em Y de Roux ou Bypass Gástrico: Consiste em diminuir o estômago através de grampeamento, sem retirar nenhuma parte dele, além de criar um desvio pequeno no intestino delgado. O objetivo é reduzir o espaço para os alimentos e o seu trajeto na digestão. O resultado é a ingestão de porções menores e uma sensação de saciedade mais cedo. 

A cirurgia bariátrica não altera o hábito alimentar, fazendo apenas a restrição de alimentos para auxiliar na perda de peso. Por isso, é importante que os pacientes procurem acompanhamento psicológico e nutricional para auxiliar nessas mudanças. 

Contraindicações

O médico deverá avaliar cada caso para entender se a pessoa se encaixa ou não no perfil indicado ao procedimento. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica apresenta situações em que a cirurgia não é aplicável. São elas: 

  • Pessoas com IMC abaixo de 30 e sem complicações típicas de quadros de sobrepeso; 
  • Casos de doença genética; 
  • Indivíduos com transtornos psiquiátricos não controlados; 
  • Indivíduos que fazem uso contínuo de álcool ou drogas; 
  • Falta de suporte familiar adequado. 

Conteúdos relacionados

Quer saber mais sobre cirurgia bariátrica? Em nosso site, você encontra diversos conteúdos relacionados a esse e a outros assuntos. Caso ainda tenha ficado alguma dúvida, entre em contato conosco. 

Mais artigos

Cuidados de Enfermagem da Cirurgia Bariátrica

A obesidade é uma doença causada pelo excesso de gordura e pode ser um fator de risco para outros problemas de saúde,...

Leia mais >

Como Lidar com a Flacidez Após a Cirurgia Bariátrica?

Uma das maiores preocupações de quem faz a cirurgia bariátrica é a flacidez da pele depois de todo o processo de...

Leia mais >

Cirurgia Bariátrica: Aspectos Psicológicos e Psiquiátricos

Para que a cirurgia bariátrica tenha o resultado esperado, tanto pelo paciente quanto pelo médico, é necessário um...

Leia mais >